Princípios Éticos do Amor-Exigente

12 Princípios Éticos Institucionais do Amor-Exigente

“A prevenção se faz sendo ético, vivenciando valores, tendo coerência, desenvolvendo qualidades” – Dona Mara Menezes no livro Prevenção com Amor-Exigente (página 129).


Confira abaixo os nossos 12 Princípios Éticos e, pautado no IncluAE, – um podcast para cada um dos princípios para atendermos também aos deficientes visuais.


 1º Princípio Ético: Respeito

Respeitar a dignidade da pessoa humana.

2º Princípio Ético: Sigilo

Manter sigilo em relação aos depoimentos e à identidade dos participantes do seu grupo. O sigilo só poderá ser quebrado com autorização expressa do interessado ou quando houver risco para si próprio ou para terceiros.

3º Princípio Ético: Fidelidade

Ser fiel, honesto e verdadeiro na vivência e na transmissão do Programa Amor-Exigente.

4º Princípio Ético: Obediência

Respeitar e cumprir o Estatuto e as Diretrizes definidas pela Federação de Amor-Exigente.

5º Princípio Ético: Bondade

Transmitir os Princípios do Amor-Exigente observando as possibilidades de cada integrante.

6º Princípio Ético: Fraternidade

Relacionar-se fraternalmente e com respeito com os participantes dos grupos de Amor-Exigente.

7º Princípio Ético: Solidariedade

Agir com respeito e fraternidade no relacionamento com entidades afins.

8º Princípio Ético: Doação

Manter o caráter de grupo leigo e voluntário.

9º Princípio Ético: Coragem

Notificar a FEAE sobre eventuais situações incompatíveis com o Programa Amor-Exigente.

10º Princípio Ético: Espiritualidade

Promover a espiritualidade nos grupos de Amor-Exigente respeitando a crença de cada um.

11º Princípio Ético: Honestidade

Não utilizar grupos de Amor-Exigente para obter vantagens pessoais de qualquer natureza.

12º Princípio Ético: Paz

Evitar divergências e disputas de poder entre as lideranças dos grupos de Amor-Exigente.

 

×