Não ao PL 399

by Thiago Biancheti

Está prevista para o próximo dia 20 a votação do substitutivo do Projeto de Lei 399/2015 que visa a aprovação para o cultivo, processamento, pesquisa, armazenagem, transporte, produção, industrialização, comercialização, importação e exportação de produtos à base de qualquer das espécies do gênero Cannabis. Assim, na prática, o substitutivo pretende a legalização da maconha em todo o Brasil.

A Federação de Amor-Exigente é contra o PL 399/2015. Solicitamos aos nossos voluntários que manifestem-se contrários à aprovação deste PL diretamente aos deputados federais. No site Mapa da Câmara tem a relação de nomes, e-mails e telefones dos deputados. Faça a sua parte! Juntos somos mais fortes!

Manifestem-se também em suas redes sociais utilizando a hashtag #PL399NÃO.

Você pode se interessar também por:

7 comments

Suely Modesto 19 de abril de 2021 - 21:30

Não as drogas. Por favor não aprovem nada referente a qualquer tipo de produtos que causem dependência física e psíquica. O sofrimento é grande para quem tem essa doença. Ajude a combater.

Adalberto Pimenta Lima 17 de maio de 2021 - 11:52

Pl 399 não, deputados sou contra a legalização da maconha, porque temos certeza que vai aumentar a criminalidade no país.

Marcos Monteiro Da SILVA 17 de maio de 2021 - 11:55

Não as drogas. Basta de sofrimentos, estamos perdendo nossos filhos…

Rosilaine Venezian 18 de maio de 2021 - 10:41

A legalização não vai ser pra uso medicinal…vai ser pra bandido
Não concordo com a legalização da maconha

Márcio j ferri 18 de maio de 2021 - 11:44

Bom dia e o maior surdo dos últimos tempos esse projeto ,sou (contra qualquer liberação) de plantio e uso de sogra ,muito cuidado para não termos que se arrepender num futuro próximo.

Olivia Barreiro 24 de maio de 2021 - 14:11

Não..Não.. as DROGAS…vamos salvar nossas crianças, nossos jovens. PL 399 NÃO

Walter Jaime lagosta 2 de junho de 2021 - 15:11

Se cigarro e álcool são considerados como famosos a saúde, como podem liberar a maconha, sob qual alegação baseados em qual utilidade social.

Leave a Comment

×