Matéria do Mês

by Thiago Biancheti
O Máximo

“É fácil se livrar das responsabilidades

Difícil é escapar das consequências”

Graciliano Ramos

Expressão para aclamar excelência em pessoas, acontecimentos, realizações. Alcançar o máximo de si mesmo exige uma disposição alerta para os recursos internos conjugados aos anseios de realização. Um jogo difícil, mas instigante cujo placar de vitória é a felicidade interior. Um contentamento por não dever-se nada nem a ninguém.

Responder “as vozes do mundo” cumprindo roteiros espúrios que acenam com sucesso fátuo, é a maneira mais fácil de evadir-se. Deixar-se atrás da porta para reencontrar-se após sucessivos equívocos.

Ultrapassar linhas invisíveis como a dos raios que cercam caixas forte dispara o alerta (consequências).

Para amenizar o desconforto, apela-se para desculpas as mais estapafúrdias. Tarde demais.

A sabedoria antiga afirma “A virtude está no meio” Nem tanto ao mar (além dos limites) nem tanto a terra (aquém das possibilidades). Pesar os prós e contras.

A liberdade de cada um dita a escolha. Atenção: “Quem governa a si mesmo é mais poderoso que um Rei”.

Historinhas, fábula, adágios eram meios para suscitar a auto responsabilidade em ser si mesmo – singularidade. A história da rã que invejava a beleza de uma vaca holandesa. Aspirava (inspirava) incessantemente até explodir-se.

Extrapolar buscando aquele algo sonial a custo de várias perdas confere uma aura de coragem visionária. “sem lenço nem documento”.

O 3º Princípio afirma a finitude dos recursos e consequente cuidado na sua administração. Não enterrar os talentos nem jogar pérolas aos porcos.

Todos entendem a profundeza dessas palavras evangélicas.

Da sabedoria grega herdamos o “ Conhece te a ti mesmo”.

Quem sou, do que necessito para plenificar-me. Embaralha o meio de campo desejo, sonho, vontade. Haja toque de bola!

A simplicidade do 3º principio – protetor invectiva o cuidado com a saúde física, mental, emocional.

Inclua-se nestes itens a “ saúde” financeira e moral.

Viver dentro das próprias fronteiras confere segurança e paz essenciais para evitar o temido “burnout” em evidencia na mídia atual como uma síndrome decorrente do estilo de vida.

Nada mais verdadeiro do que amar-se é cuidar-se.

Liane Castrillon – Conselho Deliberativo

 

 

1 comment

Curso Nacional para Familiares e Novos Coordenadores de Grupos de AE – 21, 22 e 23/08 | Amor Exigente 25 de junho de 2015 - 10:04

[…] FAÇA O DOWNLOAD DA FICHA E INSCREVA-SE JÁ! […]

Comments are closed.

×