Há 31 anos, o Amor-Exigente luta contra a dependência química

by Jaqueline Costa

Amor-Exigente capacitou pessoas para atuar com crianças que convivem com dependentes químicos

A Federação de Amor-Exigente (FEAE) há 31 anos ajuda pessoas na prevenção ou recuperação contra a dependência química. Segundo a coordenadora nacional da FEAE, Bernadete Oliveira Maciel, a Amor-Exigente quer promover qualidade de vida para o indivíduo dependente de drogas e para aqueles que estão ao seu redor. Outro objetivo é instruir crianças e adolescentes sobre os malefícios das drogas, por meio da prevenção.

De sexta a domingo, a Federação realizou, no Seminário São José, um curso de capacitação do Amor-Exigentinho, um projeto voltado para crianças. A ONG Infância-Ação tem parceria com a FEAE e auxilia na coordenação das atividades com os pequenos.

A psicóloga Maria Fernanda Almeida, 29 anos, voluntária na ONG e no projeto, comenta que as crianças atendidas têm dependentes químicos na família. “O amor-exigentinho trabalha a prevenção através do lúdico. É um momento em que as crianças saem um pouco do mundo pesado em que vivem em casa”, esclarece.

Para participar como voluntário, a ONG busca pessoas com interesse em ajudar na preparação e aplicação das atividades realizadas e, de preferência, que saibam lidar com crianças de forma atenciosa e compreensiva.

Para mais informações acesse www.infanciaacao.org, vá na aba Projetos e clique em Parceria Amor-Exigentinho.

Princípios para viver melhor

O Amor-Exigente é um programa de auto e mútua ajuda que desenvolve preceitos para a organização da família, que são praticados por meio dos 12 Princípios Básicos e Éticos.

Os princípios básicos constituem em identificar os problemas da família, humanizar as pessoas que estão próximas a dependentes químicos, demonstrar que não há culpados nessa luta, influenciar comportamentos para ajudar familiares e dependentes e apresentar maneiras de cooperar com a recuperação.

Já os princípios éticos estão relacionados a respeitar a dignidade das pessoas, manter sigilo dos participantes do grupo, respeitar e cumprir o estatuto da FEAE, transmitir os princípios do Amor-Exigente, não utilizar o grupo para conseguir vantagens e evitar divergências entre grupos e lideranças da FEAE.

Atualmente, o movimento conta com 11 mil voluntários, que realizam aproximadamente 100 mil atendimentos mensais por meio de reuniões, cursos e palestras. São mais de mil grupos no Brasil, 14 no Uruguai e um na Argentina, além de cerca de 259 Subgrupos de frutos de Amor-Exigente.

Encontros Amor-Exigentinho

– Terças-feiras, das 20h às 22h, Centro Social Esperança, Rua Vale Machado, 1438.

– Quartas- feiras, das 20h às 22h no Salão Paroquial da Igreja de Fátima, Rua Professor Teixeira 1480.

Relatos de quem sofreu com as drogas: 

“Era casada com traficante”
M.* começou a usar cocaína aos 18 anos. Ela conta que ninguém dafamília notava, pois ela conseguiu conciliar por muito tempo as responsabilidades de trabalho. Aos 33 anos teve o primeiro filho e, hoje, agradece pelo menino não ter sequelas, pois usou a droga por toda a gravidez. Ela decidiu que não poderia mais seguir com o vício quando começou a roubar de familiares. Chegou a tentar suicídio. “Era muito difícil para mim. Eu era casada com um traficante, mas percebi que não podia seguir daquele jeito, mentindo para pessoas que me amavam”, relata.
Agora, aos 36 anos, M.* está em tratamento há um ano e meio. Ela conta que encontrou apoio no grupo do Amor-Exigente, e que sua família também participa das reuniões. M.* está em um estágio em que pode passar alguns dias em casa durante a semana. Nos outros, ela fica em uma comunidade terapêutica. “Minha mãe está com a guarda do meu filho, Eu sei que é difícil para ele, por que sumo da vida dele e reapareço. Mas quando ele estiver maior vou explicar tudo que aconteceu”, planeja.

“Pensei nos meus filhos”
Por quase vinte anos J.* conviveu com um marido alcoólatra. Ela só percebeu o problema dele quando estava prestes a dar à luz o primeiro filho e o esposo apareceu completamente bêbado no hospital. “As enfermeiras diziam que ele não poderia entrar e contavam que ele estava agressivo. Eu não sabia o que fazer”, lembra. Na esperança de ajudar o companheiro, J.* permaneceu casada e começou a frequentar o grupo do Amor-Exigente.
Ela relata que no início ficava com vergonha de conversar com outras pessoas sobre a situação, mas anos depois o filho caçula passou a acompanhá-la nas reuniões. Quando o filho mais velho estava com 19 anos deu um ultimato à mãe: “ou o pai sai de casa, ou eu”. J.* resolveu internar o marido. Tempo depois descobriu que ele fugiu do centro de reabilitação e, então, decidiu não intervir mais na vida dele. “Tive que pensar nos meus filhos, no que era bom para eles”, desabafa. Ela segue frequentando o Amor-Exigente e trabalha na prefeitura de sua cidade em programas de auxílio a dependentes químicos.

*Os nomes são mantidos em sigilo a pedido das entrevistadas.

Site: A razão

por Joyce Noronha em 28/09/2015 09:54

 

Você pode se interessar também por:

13 comments

Claudete martins 8 de outubro de 2018 - 09:02

Preciso de um numero de telefone p mim poder ir nas reunioes de amor exigente em novo hamburgo meu whast995389555. Meu irmao esta enternado em santa catarina.obrigada

Reply
Thiago Biancheti 8 de outubro de 2018 - 10:34

Procure o contato do grupo mais próximo clicando em LocalizAE no topo do site.

Reply
Dalila Patricia da costaEstou 9 de novembro de 2019 - 03:03

Estou em Uberlândia estou precisando com urgência para ajudar a tirar meu pai do vício do alcoolismo sabe me informar se tem alguma clínica próxima daqui.

Reply
Dalila Patricia da costa 9 de novembro de 2019 - 03:04

Procuro clínica próximo a Uberlândia

Reply
Cláudia Azevedo de Almeida França 25 de fevereiro de 2020 - 17:25

Moro no sol nascente Jaraguá SP gostaria de um telefone Ou endereço mais próximo pra participar das reuniões do amor exigente

Reply
Thiago Biancheti 2 de março de 2020 - 17:26

Cláudia, por favor, faça a busca no sistema: https://www.amorexigente.org.br/localizae/

Reply
Ines Oliveira 15 de março de 2020 - 14:08

Interessante o grupo amorexigentinho. Muitas criancas filhos e parentes próximos de dependentes químico precisam de ajuda, gostaria de me voluntária para ajudar

Reply
Fernanda 24 de março de 2020 - 23:04

preciso de auxílio com meu filho usuário de cocaina.agora com esse vírus não tem fazer reuniões pelo sat?

Reply
Thiago Biancheti 25 de março de 2020 - 11:09

Fernanda, no momento os grupos estão fechados. Mas pode pode receber orientação através do Whatsapp da FEAE: 19 98449-8044

Reply
Delma 8 de março de 2021 - 15:01

Participar do grupo

Reply
Patrícia Aparecida dos Santos 31 de julho de 2021 - 22:00

Boa noite!! Gostaria de saber, se existe grupos de Amor Exigente para os dependentes químicos. O método é muito bacana e inteligente para os familiares do adicto, mas teria algum grupo para o dependente frequentar, presencial (quando essa pandemia passar), ou mesmo online, ou seria só para quem é amigo ou familiar do adicto? Vocês poderiam indicar um grupo para que essa pessoa possa participar das reuniões online? Ou teria que internar mesmo? É um amigo que está interessado em saber como funciona no caso do dependente, o da família eu já participo, pois meu irmão é dependente químico, com aquele velho problema da negação… Ele usa cocaína, mas o bairro todo sabe e vê, só ele que não… insiste em dizer que não é viciado, que a cocaína é como “talco”. E olha que ele ficou 6 anos no crack, e saiu sozinho… Hoje ele tem 45 anos, mas não consegue sair da cocaína. O rapaz que pediu para saber se existia grupos para o dependente, é adicto também, tem 41 anos, está sem usar, mas ele disse que tem medo, pois ele assume que sempre será um dependente, quer dizer, isso é uma doença que carregará pelo resto da vida, infelizmente. Muito obrigada! Paz e serenidade!

Reply
Thiago Biancheti 10 de agosto de 2021 - 16:57

Sim, são os grupos de Sobriedade com Amor-Exigente. Às quartas-feiras, 20h, temos reunião online organizada pela FEAE. Para grupos presenciais, entre em contato pelo whatsapp para atendermos melhor: 19 2519-6555

Reply
Marcela 13 de dezembro de 2022 - 22:30

Olá procuro AMOR EXIGENTE em Guarulhos. Por favor me envie endereço e contato.

Reply

Leave a Comment

×