Brasil representa 20% do consumo mundial de cocaína e crack

by Thiago Biancheti

O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Políticas do Álcool e Outras Drogas (Inpad) fez o Levantamento Nacional de Álcool e Droga (Lenad) e revelou que o Brasil representa 20% do consumo mundial decocaína e crack. Além disso, 7% da população adulta do Brasil já experimentou maconha.

Sobre o assunto, o Cotidiano conversou com a médica psiquiatra, especialista em dependência química, Helena Moura.

Ela diz que a adolescência é o período mais vulnerável para o primeiro contato com o uso de drogas e também para o uso de substâncias lícitas como álcool e tabaco, mas que para os adolescentes não é considerado lícito. Para a psiquiatra, “isto em parte pode ser explicado pelo fato de que o adolescente tem menos percepção de risco. O cérebbro dele não está completamente desenvolvido”, alerta.

Segundo a médica, o consumo de droga nessa idade prejudica o desenvolvimento docérebro também e aumenta os riscos desse uso acabar se tornando uma dependência no futuro e pode diminuir em até cinco pontos o coeficiente de inteligência.

Acompanhe a entrevista com a médica psiquiatra, especialista em dependência química, sobre o uso de drogas, no site da EBC.

Fonte: EBC

Você pode se interessar também por:

1 comment

Cocaína: o que é, consequências do uso e riscos à saúde - Clínica Cleuza Canan 29 de outubro de 2020 - 11:32

[…] caso da pasta, merla ou crack, é feito o fumo. Sendo assim, a cocaína é absorvida rapidamente pelos pulmões, chegando ao […]

Reply

Leave a Comment

×