ÁLCOOL

by Jaqueline Costa

HAROLDO J. RAHM, SJ – PRESIDENTE EMÉRITO DO INSTITUTO PADRE HAROLDO E DO AMOR-EXIGENTE

A velha e o médico

              Uma velha senhora doente dos olhos mandou chamar um médico. Ele foi atendê-la e sempre que lhe aplicava um ungüento roubava alguma coisa da casa, já que ela estava de olhos fechados. Depois de tratá-la e de levar seus móveis, apresentou-lhe a conta. Como a velha não quis pagá-la, ele abriu um processo. No tribunal ela declarou que se comprometeu a pagar se ele a curasse; ora, no momento, ela estava vendo bem menos do que antes da cura: “Antes”, disse ela, “eu via todos os móveis da minha casa. Agora, não vejo mais nenhum”.

 O álcool causa problemas

            O álcool causa depressão no Sistema Nervoso Central, desinibe e prejudica o bom senso. Beber em excesso pode provocar coma e até mesmo matar. Misturar álcool com medicamentos ou com drogas ilícitas é extremamente perigoso. Pode ser fatal. O álcool influencia o cérebro e leva à perda de coordenação, reflexo lentos, visão distorcida, lapsos de memória e desmaios. Os corpos dos adolescentes ainda estão em crescimento e o álcool tem um impacto muito maior no bem estar físico e mental deles do que no de pessoas mais velhas.

 Efeitos a longo prazo

             Tolerância a vários dos efeitos desagradáveis do álcool e resultante capacidade para beber sempre mais, levando à deterioração física, incluindo danos no fígado e aumento do risco de doença cardíaca. Uma mulher grávida pode ter uma criança com defeitos que afetam o coração, o cérebro e outros órgãos principais.

Todo educador tem de conseguir 3 grandes metas, como disse Santo Agostinho: “Disse certo orador – e disse a verdade – que o orador deve falar de maneira que ensine, deleite e convença.”

Vamos educar para ter um mundo de sobriedade!

A medida do amor é amar sem medida!

Com amor não precisamos de álcool e de outras drogas!

Por que Deus nos criou?

Deus criou-nos por livre e desinteressado amor! Quando uma pessoa ama, o seu coração transborda. Ela deseja partilhar a alegria com os outros. Nisso ela parece-se com o seu Criador. Embora Deus seja um mistério, podemos pensá-lo de um modo humano e dizer: Ele criou-nos a partir do “excesso” do Seu amor. Ele queria partilhar sua infinita alegria conosco, criaturas do seu amor.

Deus não nos criou para as drogas!

“Senhor, conceda-me a aceitação para entender que não estou curado e ajuda-me a acalmar a tentação de acreditar nas pessoas bem intencionadas quando convencidas de que estou.”

 

Você pode se interessar também por:

1 comment

Aprenda com a Bíblia 23 de dezembro de 2015 - 11:26

Gostei demais desses artigos, tenho aprendido coisas interessantíssimas. Desejo que todos tenham um ótimo proveitos dos mesmos!!

Reply

Leave a Comment

×